terça-feira, 18 de agosto de 2009

Cura d'Ars: grandes datas da sua vida




Grandes datas da vida do Cura d'Ars

A vida e o ministério de João Maria Vianney em algumas datas


- 8 de maio de 1786: João Maria Vianney nasce em Dardilly, perto de Lyon. É o quarto de seis filhos, e passará a infância na fazenda do pai, na época agitada da Revolução Francesa.

- 1806: manifestando o desejo de se tornar sacerdote, João Maria Vianney começa sua formação com o Abade Balley, no presbitério de Écully.

- 23 de junho de 1815: depois de uma formação longa e muitas vezes difícil, é ordenado diácono, em Lyon.

- 13 de agosto de 1815: é ordenado sacerdote em Grenoble, por Dom Claude Simon. É chamado a ser vigário do Abade Balley, em Écully.

- 13 de fevereiro de 1818: chega a Ars, como padre assistente da Igreja.

- 1821: Ars obtém o estatuto de paróquia e João Maria Vianney torna-se seu pároco.

- A partir de 1822, promove o restauro e a decoração da Igreja, tarefa a que se dedicará até sua morte.

- 1823: é reconstituída a Diocese de Belley, à qual está subordinada a paróquia de Ars.

- 1824: abre a Casa da Providência, com a idéia de transformá-la numa escola gratuita para moças; mais tarde, se tornará um orfanato.

- Por volta de 1830: peregrinos e penitentes começam a se dirigir a Ars. Seu número aumentará cada vez mais, até a morte de João Maria Vianney. Na prática, o Cura d'Ars já não poderá deixar sua paróquia; passa a se ocupar exclusivamente dos paroquianos e dos peregrinos.

- 1843: o Santo Cura é acometido de grave doença, pouco antes da primeira "fuga" de Ars. Tentará fugir mais três vezes, ante a amplidão de sua tarefa e a consciência de suas fraquezas.

- Em 1849, funda a escola masculina, posta sob a responsabilidade dos Irmãos da Sagrada Família de Belley.

- A partir de 1853, uma equipe de missionários diocesanos passa a ajudar o Santo Cura, "prisioneiro" do confessionário e tomado de assalto pelos peregrinos.

- 1858: cerca de 100 mil peregrinos visitam Ars ao longo deste ano. O Cura d'Ars passa até 17 horas por dia no confessionário.

- 4 de agosto de 1859: o Cura d'Ars morre esgotado, por volta das duas da manhã, em seu presbitério.

- 8 de janeiro de 1905: Beatificação, sob o Papa Pio X; é declarado "padroeiro dos sacerdotes da França".

- 31 de maio de 1925: Canonização, sob o Papa Pio XI.

- 1929: é declarado "padroeiro de todos os párocos do universo" pelo Papa Pio XI.

- 6 de outubro de 1986: o Papa João Paulo II dirige-se a Ars em peregrinação.


Fonte: Ache Oração

Nenhum comentário:

Postar um comentário